segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Delegado diz que preso por porte ilegal de arma confessou a prática de homicidio

Delegado
O Delegado regional Dr.Edivando Junior,informou na noite dessa segunda-feira,14,que o rapaz preso na tarde de sábado,portando um revólver calibre 32,confessou a autoria de um homicidio.Trata-se de Ronygleydson Fernandes Mota,21 anos,que foi preso no último sábado,12,pela equipe da FTA,no centro da cidade.Ele foi conduzido para a Delegacia de policia onde foi autuado por porte ilegal de arma de fogo.Mas segundo o delegado,Ronygleydson já era investigado pelo assassinato do jovem Carlos Eduardo Duarte,17 anos,conhecido como Cadu,fato ocorrido na madrugada do dia 25 de setembro,nas proximidades do BNB Clube de Tauá.Naquela oportunidade,Cadu foi encontrado agonizando,vitima de espancamento e veio a falecer logo ao dar entrada no Hospital Dr.Alberto Feitosa.Segundo Dr.Edvando,o suspeito confessou a autoria do crime e contou detalhadamente como agrediu a vitima,com socos,pontapés,pedaços de pau e pedra.Segundo ainda o delegado,o laudo do IML bate com as informações prestadas pelo suspeito.Ele continua preso,por porte ilegal,mas o delegado informa que vai solicitar a prisão também pela prática do homicidio.Vingança teria sido a motivação do crime.