segunda-feira, 18 de julho de 2016

Globo grava cenas do Velho Chico em Caridade e Canindé


Para mostrar a força da cultura popular no Nordeste, a TV Globo, gravou cenas da novela ‘’Velho Chico’’, nos Municípios de Caridade e Canindé, no último sábado dia 16 de julho. Durante as gravações, um cenário de fazer inveja. 122 vaqueiros em seus cavalos vestidos com gibão, perneira, chapéu, chinelos e guarda peito participaram da pega do boi na mata, na Fazenda Ideal.

Logo em seguida comemoraram com carne de boi no almoço e depois seguiram para Canindé, onde gravaram aos pés da Estátua de São Francisco. No final da tarde de volta a Caridade. Para encerrar as gravações, uma procissão no meio da caatinga para reverenciar Santo Antônio e São Francisco.

De acordo com o Diretor da Novela Gustavo Fernandez, Velho Chico, foi inspirada em um dos maiores e mais importante rios do país, o São Francisco. ‘’Velho Chico é uma história de amor proibido à la Romeu & Julieta. Para dar vida à novela, um time de peso foi escalado pelo diretor artístico Luiz Fernando Carvalho e sua equipe. Nomes como Rodrigo Santoro, Rodrigo Lombardi, Fabiula Nascimento, Tarcísio Meira, Chico Diaz, Cyria Coentro, Júlio Machado, Umberto Margnani, Marina Nery, Pablo Morais e Barbara Reis fazem parte’’, explica o Diretor.

Segundo ele, duas famílias, um mesmo interesse. O conflito principal da trama é travado pelos rivais Afrânio de Sá Ribeiro e Ernesto Rosa, que brigam por água, terra e negócios. Com o passar o tempo, a nova geração não verá mais sentido para tamanha rixa, mas isso não vai ser suficiente para que antigas desavenças sejam esquecidas. ‘’Não teria como não fazer referência à trajetória shakespeariana de Romeu & Julieta’’.

A história, protagonizada por Camila Pitanga e Domingos Montagner, tem seu início ainda no passado, até que os atores assumam os papéis de Maria Tereza e Santo, respectivamente. Nos primeiros capítulos, os personagens são vividos pela pequena Isabela Aguiar, que dá lugar a Júlia Dalavia, e ainda pelo pequenino Rogerinho Costa, que entrega o herói para Renato Goes. Segundo o diretor da novela, Luiz Fernando Carvalho, a trama trata de "um romance que começa na década de 60 e desemboca em uma atualidade cercada de contradições".

O Produtor de Velho Chico Walter José disse que a ideia é mostrar esse cenário da caatinga no Nordeste na disputa da Pega de Boi entre Santos e Cícero, que deverá ir ao ar no próximo sábado dia 23 de julho.

Leandro Pagliaro – cinegrafista lembrou que o Sertão mostra outra forma de expressão do homem do campo. Ele não esconde sua força, mas também mostra sua alegria em poder montar seu cavalo e sair em busca do boi perdido.

Fotos e texto de Antônio Carlos Alves