sexta-feira, 8 de julho de 2016

Empossados novos integrantes da pericia forense



O governador Camilo Santana nomeou nesta sexta-feira (8), no Palácio da Abolição, em Fortaleza, 113 novos profissionais da Perícia Forense do Estado do Ceará, que foram aprovados em todas as etapas do concurso público realizado em 2011 e participaram da 2ª turma do Curso de Formação Profissional da Academia de Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE). Na ocasião, foram entregues medalhas de reconhecimento às autoridades que contribuíram para o engrandecimento das ciências forenses e da segurança pública.

Ao todo, foram empossados 34 médicos perito legista, 19 peritos criminais, seis peritos legistas, 25 auxiliares de perícia da Coordenadoria de Medicina Legal, 24 auxiliares de perícia da Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas e outras cinco pessoas, que conseguiram, na Justiça, o direito de estar entre os aprovados. Os novos profissionais atuarão nos municípios de Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte, Quixeramobim, Canindé, Iguatu, Tauá, Russas e Crateús.

Camilo Santana acrescentou que a interiorização dos serviços prestados pela perícia está sendo implementada pela gestão estadual. “A Pefoce tem um papel fundamental na elucidação dos crimes, que é um viés importante para reduzir a violência. Estamos construindo uma nova unidade da Pefoce em Russas e já estamos trabalhando para instalar outros equipamentos do órgão no interior do Estado, para fortalecer nossa estratégia de segurança pública”, salientou.

Dos novos servidores empossados,09 vão ser lotados no núcleo da pericia forense de Tauá.São eles,Dr. Clean Benevides e Dr. Carlos Windson,como médicos legistas e os auxiliares de pericia Antonio Domingos da Silva,Erasmo Araújo Sobreira,Lilian Araújo Lima,André Vasconcelos,que é de Juazeiro,Alane que é de Potengi,Emanoele Reis que é de Fortaleza e Daniela Cortez .

Na solenidade Tauá foi destaque em dois momentos,primeiro quando  o Médico Perito Legista, José Clean Benevides foi homenageado com uma medalha por ter conseguido o primeiro lugar no curso de formação profissional realizado pela (AESP), Academia Estadual de Segurança Pública.Segundo quando foi divulgada a história do casal Carlos Júnior, de 30 anos, e Lilian Lima, de 26 anos,que se conheceram ainda na formação para auxiliares de perícia, por meio de uma página social da turma, e acabaram constituindo uma família juntos. Carlos Junior e Lillian foram convidados pelo governador Camilo Santana  a sentarem na mesa das autoridades.