quarta-feira, 1 de junho de 2016

Réu é condenado,mas vai poder recorrer em liberdade


O Tribunal do júri da Comarca de Tauá voltou a se reunir nessa quarta-feira,01,iniciando mais uma etapa de julgamentos.A sessão foi presidida pela Drª Giseli Lima Sousa.Foi submetido a julgamento o réu Pedro Paulo da Silva,acusado de participação no assassinato de Marcos Cândido da Franca,fato ocorrido em 2004,durante a realização de uma seresta,em Santo Antonio do Carrapateiras.O acusado nega a autoria do crime e informou que o autor seria um rapaz que na época era menor de idade.Após o embate entre defesa e acusação,o réu foi condenado a 15 anos de prisão,mas como ele está em liberdade,vai poder recorrer em liberdade.

Atuou na defesa do réu o advogado Dr.Carlos Augusto e na acusação o promotor,Dr.Aroldo.