quinta-feira, 24 de março de 2016

DETENTO ASSASSINADO NA PENITENCIÁRIA DE JUAZEIRO

Um detento foi espancado até a morte dentro da Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC). O crime, com requintes de crueldade, aconteceu na madrugada desta quinta-feira (24). Antônio Olavo Rodrigues da Silva, 33, conhecido como “Bin Laden”, estava em uma cela com outros 32 presos, quando foi assassinado com golpes de cossoco – arma artesanal fabricada dentro dos presídios – e pauladas.

Olavo ainda foi queimado enrolado no próprio colchão. Um detento, suspeito de cometer o homicídio, foi levado para prestar depoimento na Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte. Conforme os militares, a vítima já havia se envolvido em outros conflitos dentro da PIRC. No ano retrasado, dois presos foram assassinados dentro da penitenciária. Nos últimos seis anos, já foram quatro homicídios no interior das celas.

Motin
Já por volta das 8 horas, um princípio de motim aconteceu na Cadeia Pública da cidade. Os detentos reclamavam da superlotação da unidade prisional e ameaçaram atear fogo em colchões. A Polícia Militar foi acionada e controlou o princípio de rebelião, com disparos de alguns tiros de advertência. Ninguém ficou ferido. Atualmente, 198 presos estão detidos no local com capacidade para pouco mais de 100.

Fonte: Blog Diário do Nordeste