segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

DICIONÁRIO CEARENSE

B
BABÃO
Quem vive babando (bajulando) os outros. Baba-ovo, puxa-saco.

BABA-OVO
puxa-saco, bajulador, babão.

BABAQUARA
Matuto ou pessoa ingênua, tola, que não sabe de nada.

BABAU
Prejuízo total, perda irrecuperável de alguma coisa.”Pagou serviço adiantado a operário ou advogado, babau, é dinheiro perdido!”.

BADOGUE
O mesmo que baladeira ou estilingue”.

BÃE DE CUIA
No jogo de futebol, corresponde a lençol.

BAGULHO
Pessoa muito feia ou coisa velha e imprestável.

BAITINGA
Gay, fresco. Emprega-se porém, nas brincadeira entre amigos. “E aí seu baitinga, vai me emprestar o carro?”. Viado, Boiola.

BAITOLA
Homossexual. Termo pejorativo, insultante, muito usado nos xingamentos entre os rapazes.”Deixa de ser mole cara, parece que é baitola…”.

BAIXA DA ÉGUA
Hipotético lugar pra onde se manda pessoas que estão nos chateando. “Deixe de me encher o saco cara, vá pra baixa da égua”.

BAIXAR O SARRAFO
Açoitar violentamente, surrar.

BALADEIRA
Estilingue, atiradeira.

BALAIO-DE-GATO
Coisa ou situação muito confusa. Bagunça. “Vamos parar com estas brigas! Esta casa está virando um balaio-de-gatos!”.

BALDEAR
Perturbar, Atrapalhar.

BARRUADA
O mesmo que abalroamento. Colisão de veículos.

BAQUEADO
Fraco, adoentado, triste.

BATE-COXA
Dança do tipo arrasta-pé em que o casal fica muito colado (com as coxas juntas). Considerada sacanagem.Gafieira, rala-bucho. Arrasta-pé.

BATER A CAÇULETA
Morrer.

BATER FOFO
Faltar a um encontro, descumprir algum acordo.”Marquei um encontro com a menina e ela bateu fofo”.

BATER O CATOLÉ
Morrer, passar dessa para melhor.”Já está mais do que na hora desse velho bater o catolé! “.

BATORÉ
Indivíduo baixinho, tamborete-de-forró, tampinha.

BEBO
Bêbado, cachaceiro.

BERADEIRO (BEIRADEIRO)
Matuto, caipira. Literalmente é aquele caboclo que anda na beirada da estrada, de cabeça baixa, não pára, não pede carona ou cumprimenta quem passa.

BESTA
Tanto serve para designar pessoas tolas, ingênuas, quanto para ironizar com pessoas metidas a importantes “Só porque foi eleito vereador agora está metido a besta…”

BICHA
Qualquer coisa, qualquer objeto. “Menino me traz essa bicha aí!”. 2. Viado, baitola, homossexual (masculino).

BICHIM
Tratamento carinhoso. Vale tanto para animais como para crianças. “Deixa o bixim em paz”

BILA
Bolinha de gude.

BILOTO
Botão.

BIRITA
Bebida, principalmente cachaça. Existem inúmeros apelidos para essa bebida. Veja cachaça.

BIRITEIRO
Aquele que bebe todas. Bebo. Alcoólatra.

BIRÓ
Doido, alienado. “Parece que está biró…” Abreviatura de abirobado.

Vamos embora.

BOCA QUENTE
Lugar perigoso.

BOÇAL
Gente metida à besta (superior aos outros), que só quer ser o cão comendo mariola.

BOCÓ
Pessoa que não entende de nada. Ignorante completo.

BOGA
Ânus, anel, fiofó, carretel. “Este menino dá o boga!”.

BOITATÁ
Papa-figo, bicho-papão. Monstro imaginário que os pais utilizavam para assustar os filhos na tentativa de controlar os mais impulsivos. “Vai dormir menino, é hora do boitatá andar apor aí!”.

BOTA UMA AÍ
Se você deseja uma cachaça, é assim mesmo que se pede no Ceará. Não precisa dizer mais nada. Veja cachaça e conheça as mais diversas denominações dessa bebida.

BOTAR BUNECO
Criar caso, fazer confusão por pouca coisa. “O homem botou o maior boneco pra pagar!”. A expressão vem dos bonequeiros do Cariri (região do interior do Ceará), como eram chamadas as pessoas que trabalhavam com teatrinho de fantoches (mamulengos). As peças sempre apresentavam bonecos valentes que brigavam muito. Daí essa comparação.

BOTAR PRA MOER
Resolver uma coisa de maneira firme, decidida. Pode ser uma questão de briga, um serviço para executar ou coisa semelhante. “Eu vou resolver essa parada, vou botar pra moer em cima desse vagabundo”.

BRABA
Situação muito ruim. “A inflação voltou e a vida do trabalhador esta braba!”.

BRABEIRA
Lugar ou situação perigosa. “Rapaz, o negócio aí é a maior brabeira…”.

BRABO
(De bravo, naturalmente) Gente irritadiça ou valente. “O pai da moça é brabo, é bom não se meter com ele!”.

BREADO
Melado, sujo.

BRECHA
Espaço entre as pernas mal cruzadas de uma garota que permite a rapaziada ver um pouco além. “A menina está dando a maior brecha”.

BRECHAR
O mesmo que espiar, olhar disfarçadamente.”Esse rapaz gosta muito de brechar as garotas trocando de roupa”.

BRECHEIRO (A)
Quem gosta de brechar.

BREGUEÇO
Objeto imprestável ou de uso duvidoso. “Menino limpa este quarto que tá cheio de bregueço”

BRENHA
Lugar muito longe da cidade, no meio do mato. “É metido a rico mas, mora nas brenhas!”.

BRIBA
Pequena lagartixa caseira. Provavelmente o nome vem de víbora, pois há quem julgue o pequeno réptil venenoso embora seja inofensivo.

BRÔCO
Pessoa que não entende o que se diz, em razão da idade ou não. Esclerosado. Caduco. Abestado. “Este velho já está brôco, não diz mais coisa com coisa”.

BROCOIÓ
Envergonhado com alguma coisa. Encabulado.

BRONHA
Masturbação masculina.

BRUGUELO
Recém nascido ou criança muito nova. “Eu já sou pai, nasceu o meu bruguelo!”.

BUFUNFA
Dinheiro, grana. “Cadê a bufunfa do jogo?”.

BULIÇOSO
Pessoa que mexe em tudo.

BULIDA
Mulher que perdeu a virgindade.

BULIR
Azucrinar, aporrinhar, apoquentar , cacetear, aborrecer. Mas, também tem o sentido de mexer com alguma coisa. “Menino não vá bulir aí”.

BUNDA-CANASTRA
Cambalhota em que o indivíduo se apóia com as mãos ou com a cabeça.

BUNEQUEIRO
Quem bota boneco (ver “botar buneco”).

BUNITIM
Ficar embriagado, bêbedo, bêbo, cheio-dos-paus, trubiscado. “Eita, o homem hoje esta bunitim!…”.

BURRIM
Garrafa de Refrigerante 290ml (KS) cheia de cachaça.

BURRO-DE-CARGA
Cabra trabalhador. Aquele que topa todo tipo de trabalho sem reclamar.”O Zé é um burro-de-carga, trabalho é com ele mesmo”.


BURUNDANGA
Coisa imprestável.

http://soudonordeste.com.br/