domingo, 31 de janeiro de 2016

COMO SABER SE UMA PESSOA ESTÁ MENTINDO


Cobrir a boca

As pessoas geralmente cobrem a boca quando mentem. Uma mão sobre a boca ou mesmo um toque nos lábios mostra que elas estão mentindo porque sua linguagem corporal inconsciente mostra uma quebra na comunicação. Quando mentem, as pessoas também cobrem instintivamente partes vulneráveis do corpo, como cabeça, pescoço ou abdômen, porque mentir faz com que essas partes pareçam expostas e abertas a ataques.

Repetições e excesso de detalhes

Mentirosos odeiam o silêncio, então tentam frequentemente preenchê-lo falando mais do que o necessário. Eles dão muito mais informação do que era preciso ou do que foi solicitado. Às vezes, quanto mais você ficar quieto mais detalhes o mentiroso jogará sobre você para tentar convencer a você e a ele mesmo da história. Mentirosos costumam também repetir uma frase diversas vezes na tentativa de ganhar tempo para organizar seus pensamentos.

Preparar uma fuga

Em uma tentativa inconsciente de encontrar uma rota de escape, pessoas que estão mentindo costumam inclinar seus corpos em direção à porta quando estão sentadas. Se estiverem em pé, elas podem até mover-se para mais perto da porta. Podem também mudar sua postura de relaxada para tensa, pois seus corpos entram em alerta como uma preparação inconsciente para fugir.

Corpos e palavras não combinam

É fácil mentir com palavras, mas nossos corpos sabem (e mostram) a verdade. Um sinal claro de que alguém está mentindo é quando suas palavras dizem uma coisa e sua linguagem corporal diz algo inteiramente diferente. Por exemplo, alguém está contando uma história triste sobre seus sofrimentos pessoais que o fizeram faltar no trabalho, mas está sorrindo enquanto fala e seus gestos manuais e sua postura corporal estão animados e empolgados.

Mudanças na respiração

A respiração das pessoas fica mais pesada quando estão mentindo, pois mentiras causam mudanças nos batimentos cardíacos e no fluxo sanguíneo. Por vezes, os mentirosos têm até dificuldade para falar, pois as membranas mucosas da boca secam como parte das respostas do corpo a mentiras.

Mudanças nos padrões de movimento dos olhos

Dizem que os olhos são as janelas da alma. Isso é especialmente verdade quando alguém está mentindo. Não é para onde a pessoa está olhando que importa, mas a mudança na direção. Algumas pessoas, por exemplo, olham para cima e para a direita quando estão lembrando de informação, mas para baixo quando estão mentindo. Para outras pessoas, é o oposto.Uma mudança no movimento dos olhos pode ser um indicativo muito forte de mentiras, mas você precisa conhecer o padrão típico da pessoa primeiro. Por isso, essa tática é mais fácil de ser usada com pessoas que você conhece bem, ou pelo menos interage regularmente. Porém, há um movimento de olhar que é universal: pessoas que estão mentindo tendem a olhar em direção à porta, sua rota de escape inconsciente.

Agressividade

Mentirosos ficam agressivos em uma conversa sem razão aparente. Às vezes, eles ficam hostis e apontam agressivamente em sua direção. Outras vezes, mantêm contato visual excessivo sem piscar, em uma tentativa abrasiva de aparentar sinceridade.

Inquietação

Inquietação é um sinal claro de energia nervosa. Mesmo mentirosos com prática se preocupam com a possibilidade de você não acreditar neles, então eles liberam essa energia nervosa ao mexer no cabelo, mexer os pés ou os dedos, mexer nas orelhas etc. Balançar os pés é uma expressão comum de energia nervosa associada à mentira. O pé começa a se mover porque o mentiroso se sente vulnerável e seu corpo quer escapar.

Todos os sinais juntos

Antes de chegar a uma conclusão, assegure-se de considerar o que constitui o comportamento normal da pessoa que você pensa estar mentindo para você. Os indicadores acima só fazem sentido no contexto do comportamento típico de uma pessoa. Se o seu colega tem hiperatividade e se inquieta constantemente, você não pode tomar essa característica como um sinal de mentira.Além disso, algumas pessoas, como os psicopatas, não demonstram esses comportamentos porque não se sentem nervosos ou culpados por mentir. Um estudo britânico mostrou que a incidência de psicopatia entre CEOs é quatro vezes maior do que na população geral, então isso não é tão improvável quanto parece.

Fonte:msn.com