sexta-feira, 16 de outubro de 2015

GREVE DOS BANCÁRIOS TEM 70% DE ADESÃO,SEGUNDO O SINDICATO


A greve dos bancários chegou nesta quinta-feira (15), ao décimo dia com 390 agências fechadas das 567 existentes no Estado. O número representa quase 70% de adesão e mais de sete mil bancários parados.Na capital, das 262 agências existentes, 173 estão fechadas, enquanto que no Interior, das 305, 217 seguem paralisadas. O movimento tem 100% de adesão nos bancos públicos (BB, CEF e BNB) e segue crescendo a cada dia nos bancos privados.

Em Tauá a paralisação atinge as agências do Banco do Brasil,Caixa e BNB.A população tem passado por muitas dificuldades,principalmente nas situações relacionadas ao Banco do Brasil,onde o sistema está praticamente  sem operação.A salvação,para alguns tem sido postos alternativos que funcionam na agência dos Correios e na sede do Detran.As casas lotéricas também tem prestado um bom serviço como mais uma opção para os clientes.

Segundo Carlos Eduardo Bezerra, presidente do Sindicato dos Bancários doCeará, a adesão é crescente e demonstra a indignação da categoria com as metas abusivas, com o assédio moral e principalmente, com a proposta de 5,5% oferecida pelos banqueiros que não repõe sequer a inflação do período.

A Fenaban não faz nova proposta há 20 dias. Após um mês de negociações com o Comando Nacional dos Bancários, no dia 25 de setembro apresentaram índice de reajuste para a categoria com perda real de 4% o que levou os trabalhadores a greve.

O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na tarde da quarta, 14, em São Paulo, para avaliar os nove dias de greve. O balanço feito pelos dirigentes de todo o Brasil é que o movimento está melhor a cada dia, com apoio dos clientes e da opinião pública em geral.

Os representantes sindicais ainda reafirmaram que os bancários merecem aumento real, por serem responsáveis pelos altos lucros dos bancos. A expectativa dos trabalhadores é que, com o fortalecimento da greve, os banqueiros retomem a mesa de negociação com uma postura mais respeitosa.