terça-feira, 8 de setembro de 2015

HOMENS PRESOS APÓS PRATICAREM ASSALTO EM ARNEIROZ


Dois homens do município de Catarina foram vítimas de um assalto a mão armada ocorrido na noite desta segunda-feira, 07, na cidade de Arneiroz, quando trabalhavam numa banca de “caipira”, sendo subtraído dos mesmos cerca de R$ 400,00 reais.

Segundo informações, a dupla chegou de cara limpa e praticou o ato delituoso e ainda um deles teria efetuado um disparo para o alto.

Diante das informações preliminares repassadas pelas vítimas para a Guarda Civil Municipal de Arneiroz, a polícia foi acionada e conforme as características dos elementos e do veículo que eles estavam, foram iniciadas as diligências.

Durante a investigação, foi  identificado um veículo num estacionamento do campo municipal de futebol, local onde estava acontecendo o show com a Banda Limão Com Mel.

A polícia colocou o anúncio através do sistema de som para que o dono do veículo comparecesse no local do estacionamento que o carro estava “pegando fogo”. Rapidamente o proprietário e seu comparsa foram ao local e chegando lá a polícia começou a fazer algumas perguntas e inicialmente os dois homens disseram que moravam em Fortaleza e trabalhavam com vendas de produtos medicinais.

Durante vistoria minuciosa realizada no veículo Fiat Uno Mille, branco, placas HXF 3726, 2005/2006 – inscrição de Fortaleza – os policiais Cabo Gilberto, Soldados Firmino e Ricardo  encontraram dois revolveres calibre 38, próximo ao estepe, com 10 munições intactas e uma deflagrada. Uma das armas com a numeração raspada.

Contudo, a equipe da Força Tática de Apoio – FTA – composta pelos soldados Teixeira, Nunes, Manoel Junior e Amarildo, que estava fazendo o reforço dos festejos de Arneiroz, foi acionada e a dupla resolveu repassar a verdadeira qualificação e endereço.

O agricultor Iramar Benedito dos  Santos, 40,residente na Rua Ramira – Centro de Acopiara – é amasiado e o seu comparsa, é Jhonatas Cordeiro da Silva, 22, natural de Maracanaú, solteiro, residente atualmente na cidade de Catarina, mas segundo o mesmo, morava anteriormente no bairro tauazinho, na Cidade de Tauá.

A equipe do P.O.G - composta pelos policiais Cabo Edicarlos e Soldado Rogivando também deram apoio na condução dos acusados para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá.

Os dois acusados foram conduzidos para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá para a lavratura do flagrante. Os mesmos foram reconhecidos pelas vítimas. 

Por Flaviano Oliveira - repórter.