terça-feira, 19 de maio de 2015

TAUÁ É ESCOLHIDO PARA SER PILOTO EM PROJETO PARA A PREVENÇÃO DA DIABETES


Na última segunda-feira 18,o assessor especial da Prefeitura de Tauá, Moacir Soares representou a Prefeita Patrícia Aguiar em reunião na Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (SESA), com o objetivo de discutir um projeto para e Diabetes/Hipertensos a ser apoiado pela WDF - World Diabetes Foundation.
O projeto investirá U$ 250 mil no Ceará por um período de três anos em apenas dois municípios selecionados: Tauá e Fortaleza.
Na capital Fortaleza , será implantado e desenvolvido em uma Regional a ser selecionada mediante a ampliação da cobertura de Postos de Saúde da Família (PSF),  a atual cobertura da capital é de apenas 40%. 

De acordo com Moacir Soares, o município de Tauá foi selecionado por ter diversas características positivas como : 100% de cobertura de PSF (25 Equipes) completas, o único com os Agentes Comunitários de Saúde já qualificados na etapa I e II do curso técnico; está desenvolvendo o Projeto de Planificação da Saúde, além de ter iniciado um trabalho de rastreamento de risco nas equipes de PSF; estar em processo de organização dos serviços da atenção básica com foco no Diabetes/Hipertensos e também em processo de criação de um Núcleo de Referência em Hipertensão e Diabetes na Policlínica Dr.Frutuoso Gomes de Freitas.

Para o assessor especial  “esse cenário posicionou Tauá em condição de destaque para tornar-se piloto de mais um projeto de enorme significado para a saúde da população.

 WDF - World Diabetes Foundation - Fundação com sede na Dinamarca e mundialmente respeitada, que financia mais de 300 projetos nesse campo em mais de 100 países no mundo,  apoia e desenvolve a prevenção e o tratamento do diabetes através de capacitação profissional e investimentos em aquisição de equipamentos básicos e avançados para melhor diagnóstico e tratamento dessa patologia. 

O que é a DIABETES 

A diabetes é uma doença crônica não contagiosa que cresce exponencialmente no mundo. Atualmente são 387 milhões de pessoas acometidas por essa doença. E 77% desses são em pessoas de países de baixa renda. E este número deve subir para 592 milhões em 2035 segundo (IDF Diabetes Atlas).
Fonte:Governo Municipal