quarta-feira, 20 de maio de 2015

PRESIDENTE DA FUNCEME ALERTA PARA SEQUENCIA DO EL NIÑO

O Ceará vive há quatro anos em cenário de seca. O que já era ruim, pode ficar ainda pior neste ano e possivelmente no próximo. Em entrevista ao jornalista José Maria Melo, nesta quarta-feira (20), o presidente da Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos (Funceme), Eduardo Sávio Martins, não escondeu a preocupação com os fatores climáticos que convergem as previsões para a renovação do período de estiagem, com força ainda maior que os anos anteriores.
"Nós temos tido seca com aguas do pacífico não tão aquecidas como estão agora. Essa condição até o final do ano preocupa. É o quarto ano de seca entrando no quinto. Vamos ter uma diminuição ainda maior no estoque de água", revela.

A paralisação do período chuvoso, intensificada neste mês de maio, já se dá pela ação do fenômeno climático. "Estamos num momento desfavorável de chuvas. Vivemos um El Niño forte", explica. A atuação deste agente dificulta a formação de nuvens chuvosas na região.

Apesar do cenário tão adverso, Eduardo Sávio acredita que ainda possa haver precipitações no fim deste mês e início do próximo, mas previsões mais concretas só serão possíveis com um prazo de três dias. O gestor demonstra preocupação com os recursos hídricos do Estado, principalmente em regiões onde a capacidade de armazenamento se encontra inferior a 10% do total.


Fonte:Diário do Nordeste